Entre Aspas

Sim, amizades verdadeiras podem durar para sempre, sei que isso é difícil de se acreditar nos dias de hoje, principalmente, porque hoje em dia é muito difícil de se achar uma amizade verdadeira. Nos dias de hoje nem todo mundo é verdadeiro, todos querem aparecer, querem  ser populares. Eu acho que o que importa é a sua felicidade, não importa se você esta com amigos “excluídos” e estranhos ou se seus amigos são populares e descolados, o que importa é a sua felicidade, e também não vale a pena fingir ser alguém que você não é, um dia a máscara vai cair. Então nunca seja falso, seja você mesmo, seja amigo de quem faz você se sentir bem e assim você terá amigos para vida toda.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Entre Aspas

Sabe meu coração? Por mais que eu negue ele bate por você! Não, não bate ele bate por mim , pra me mante viva, não posso negar que sinto algo por você, mais também não dizer que você é tudo pra mim porque não é . O tempo passou agente cresceu, amadureceu e se fortaleceu, nossos hits mudaram, mais o agente viveu no passado permanece aqui mesmo que não encaremos isso, tudo naquela época foi bom, porém erramos muito, falamos o que não podia, agimos quando não deveríamos. Você pode dizer que esqueceu, que pra você é como se não tivesse acontecido porque não lembra, mais eu lembro por nos dois, por mais forte que eu me mostre ser eu não sou, eu sinto sua falta, eu lembro da gente e penso em como seria se ainda estive-se aqui se estive-se comigo.

Tudo me lembra você, nada tira seu nome da minha cabeça e ninguém do coração, como dizem você é meu pontinho verde háhá, cada palavra, gesto, música, tudo tudo me lembra você . Só queria voltar ao passado e concertar meu erros para saber o que teria sido de nós, se não tivesse sentido medo . Entrego nas mão de Deus minha vida porque não consigo mais entende-lá , quanto mais vive-lá . To cansada de pensar que as pessoas vão entrar em minha vida e me fazer te esquecer , dou conselhos para as pessoas poderem fazer coisas para esquecer outra mais á 3 anos tento te ver como amigos e não consigo , cada vez que te vejo é como se fosse a primeira , a barriga cheia de “borboleta ”, o coração disparado, falta de ar, preocupação, ai passo reto pois nunca sei o que esperar de uma conversa com você, afinal você é mais difícil de entender que mulher.

Ás vezes me pego vendo as nossas conversas que são poucas ou até mesmo vendo fotos daquele tempo. Não sei o que esperar do futuro, só sei que o que mais queria é que mudássemos uma pelo outro, mais temos que aceitar que nem tudo na vida é como agente quer,então vivo na ilusão da realidade que nunca mais existira eu e você , nós , agente, é eu do meu lado e você do seu . Será que algum dia agente vai ficar bem , conseguir conviver sem brigar? Dizem que no fundo do ódio existe amor, será? Se é então o que existe no fundo do amor? Toda brincadeira tem um fundo de verdade? Então o que tem no fundo de uma verdade? Cara eu odeio esse poder que você tem sobre mim, esse seu jeito de me olhar, esse jeito de sei lá cara , não sei o que fazer quando você me olha e tem total poder sobre minhas reações. Eu preciso de você aqui comigo, sei que eu posso fazer você feliz nessa vida como ninguém fez, eu te amo cara! Lembre-se que NUNCA vou esquecer você e serei sempre , eternamente sua esquilinha, independente de onde e com quem estiver. Quando se ama o melhor é deixar a pessoa liberta, aceita-lá feliz com outra, certo? Mudo meu caminho para seguir o nosso.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Entre Aspas

Uma vez me perguntaram porque eu mudo tanto a cor do meu cabelo.

Respondi que eu posso fazer isso quantas vezes eu quiser, posso sim mudar a cor, o corte do meu cabelo.

Posso mudar minhas roupas, minha maquiagem, meu modo de falar, de escrever.

Posso mudar de casa, de rua, de cidade, de país.

Mas não posso mudar a dor que sinto dentro do meu peito… Infelizmente.

Era tudo o que eu gostaria de mudar!

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Eu indico: A Vida na Porta da Geladeira – Alice Kuipers

Claire e sua mãe, Elizabeth, têm uma vida muito atribulada. São raros os momentos em que as duas conseguem se encontrar devido ao fato de Elizabeth ser médica  e viver fazendo plantão e de Claire também, que estuda e faz um bico como babá.

Com isso, as duas precisaram criar um meio de se comunicar com frequencia e a única forma que conseguiram foi com bilhetes na porta da geladeira!

Nós vamos acompanhando a vida das duas apenas pelos bilhetinhos na geladeira! Desde os desencontros amorosos de Claire, seu coelho Peter e um problema que sua mãe anda enfrentando. Eu sinceramente não vi problema neste formato de “apenas bilhetes”, a autora conseguiu levar a narrativa nessa forma sem deixar passar nada.

É um livro extremamente tocante e simples. Um daqueles que mesmo depois de ler, você vai ficar com ele na cabeça por um bom tempo. Ele foi um dos livros que eu li mais rápido, afinal são só os bilhetinhos mesmo. Mas justamente por isso a gente consegue pegar a estória direitinho. Ele deve ser lido de uma vez só.

Um livro emocionante e profundo, vai fazer você pensar um pouco mais na sua própria vida, com certeza. Recomendadíssimo.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Entre Aspas

A chuva bate grossa no telhado  A noite vai passando devagar, quase parando. O sono dá lugar as angustias, desejos e sonhos. Tão previsível este pensar, este sentir, este conversar com si mesmo. É pouco, porém tão forte, tão profundo este querer dizer ,desengasgar. Ah se soubesse que minhas noites em claro são tão somente por causa dessas palavras não ditas, dessas frases engolidas. Se compreendesse este meu olhar meio de lado, que acompanha cada passo que você dá daqui pra lá e de lá pra cá, este olhar bem disfarçado de canto de olho. Se minhas cartas escritas, todas subjetivas tu viesses a entender que o protagonista das histórias só pode ser você. Mas se recusa brandamente em ver o que lhe digo em forma de texto bonito, feio ou sem nenhum sentido. Continuo no anonimato como o escuro ingrato que tudo esconde. No meio de um sussurro a voz se cala , e mais uma vez… o silêncio.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Entre Aspas

A nossa vida poderia ser facilmente comparada a um jogo de quebra-cabeça – Jogo de paciência, que consiste em combinar diferentes peças que estejam dispersas ou baralhadas- Porém se usarmos um pouco de raciocino poderíamos perceber que a vida é muito complexa para ser comparada com um simples quebra-cabeça. Acho que se seria mais justo compará-la com um labirinto – Construção tão complicada que é dificílimo encontrar a saída. Isso mesmo, não teria melhor explicação pra vida do que: Um grande labirinto. Cheio de pegadinhas, caminhos sem saídas, rotas furadas, confusão.

O fato de você perder o rumo e achar que não vai mais conseguir sair, a esperança de encontrar um caminho diferente de todos aqueles passados. E por quê não, a grande possibilidade de acabar o jogo, sem chegar ao fim. Assim é a definição da vida, um labirinto, por mais que se perca no caminho, há apenas um modo de entrar, e outro de sair. E isso tudo se torna embaraçado de se tentar explicar/escrever/falar, porque não é do tipo de coisa mais comum, você acaba dando varias voltas no assunto sem chegar a uma conclusão. Mas acho que chegar ao fim do labirinto, é um paradoxo. Geral um conflito de emoções, o prazer de ter chegado e pode vim a decepção de ser ao contrário de tudo que tu esperavas. É tipo a visão de céu e inferno. Uma mistura de sensações boas e ruins.O começo ou definitivamente o fim.

Há apenas três tipos de pessoas distintas que se podem encontrar por o caminho. Há às que se conformam em viver perdidas dentre as vielas, se conformando com o pouco de luz e realidade que os cercam. Há os que não se conformam, e buscam o meio de saída sempre mais fácil, mais apelativo e mais covarde. E há, assim como eu, os que não se conformam com pouco. Não seriam capazes de aceitar tudo calado, e querem de fato buscar verdade e realidade a cada dia. Não se rendendo ao cansaço, ou a estrada tortuosa, por mais que pisar em vidros, passar dentre de espinhos, seja doloroso, simplesmente, não se rendem, porque, por fim, alguém precisa fazer a diferença. E quando se faz essa diferença, toda a estrada que parecia estreita e solitária, vai se tornando cada vez mais ampla e alegre. E no fundo você vai sentir a sensação de vencer uma luta da quais poucos saíram vivos.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Entre Aspas

Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.

E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.

Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.

Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.

Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama, contudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás.

Portanto… plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!”

(William Shakespeare)

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.