Estreia: O impossível

o impossível

O casal Maria (Naomi Watts) e Henry (Ewan McGregor) está aproveitando as férias de inverno na Tailândia junto com os três filhos pequenos. Mas na manhã de 26 de dezembro de 2004, enquanto curtiam aquele paraíso após uma linda noite de Natal, um tsunami de proporções devastadoras atinge o local, arrastando tudo o que encontra pela frente. Separados em dois grupos, a mãe e o filho mais velho vão enfrentar situações desesperadoras para se manterem vivos, enquanto em algum outro lugar, o pai e as duas crianças menores não têm a menor ideia se os outros dois estão vivos. É quando eles começam a viver uma trágica lição de vida, movida pela esperança do reencontro e misturando os mais diversos sentimentos.

Filme da Semana: O Concerto

o-concerto

Há 30 anos, o renomado maestro Andrei Simoniovich Filipov (Alexei Guskov) foi demitido da orquestra de Bolshoi, mas seguiu trabalhando por lá como auxiliar de limpeza. Um dia, ele acaba descobrindo que o Bolshoi foi convidado para tocar no Châtelet Theater, em Paris, e decide reunir seus antigos amigos para tocar no lugar da atual orquestra. Para integrar sua equipe ele pretende que a jovem e exímia solista de violino Anne-Marie Jacquet (Mélanie Laurent) os acompanhe. Se os planos derem certo, este tem tudo para ser um concerto muito especial e um verdadeiro triunfo.

“O Concerto” é um filme não apenas para amantes de cinema, mas principalmente para amantes de música. Esta comédia dramática conta uma adorável história de perdas e segunda chance através da música, ou melhor, através do maravilhoso Concerto para Violino e Orquestra de Tchaikovsky. O filme tem uma mistura de humor e drama que alternam nossos sentimentos a medida que a história se desenrola.

Filme da semana: Cartas para Julieta

cartas para julieta

Olá galera, o filme da semana de hoje é atual e talvez muitos já tenham assistido se chama Cartas para Julieta. Eu lembrei dele agora por causa de uma matéria que vi sobre a Itália e eu amooo a Itália. 

O filme conta a história de Sophie (Amanda Seyfried) uma aspirante a escritora que viaja para a Itália ao lado do noivo Victor (Gael García Bernal), que sonha em ter seu próprio restaurante. Em Verona, onde se passou a história de Romeu e Julieta, local perfeito para uma lua de mel antecipada, Sophie acaba percebendo que seu noivo está mais interessado nos fornecedores para seu restaurante do que nela. Na cidade descobre uma antiga carta de amor e junta-se a um grupo de voluntárias que responde estas missivas amorosas. Para sua surpresa, a remetente Claire Smith (Vanessa Redgrave) ouve o conselho dado na resposta e vai procurar Lorenzo, por quem se apaixonou na juventude. Mas existem muitos italianos com o mesmo nome e Sophie demonstra interesse em ajudá-la na tarefa, desagradando o neto Charlie (Christopher Egan), que já tinha reprovado essa louca aventura da avó viúva.

O filme é muito fofo e tem paisagens lindíssimas. uma fotografia encantadora. Se você não tem preconceitos com histórias açucaradas  e está a fim de relaxar, esse é o filme! 🙂

Filme da semana: O lorax – Em busca da trúfula perdida

O menino Ted (Zac Efron) descobriu que o sonho de sua paixão, a bela Audrey (Taylor Swift), é ver uma árvore de verdade, algo em extinção. Disposto a realizar este desejo, ele embarca numa aventura por uma terra desconhecida, cheia de cor, natureza e árvores. É lá que conhece também o simpático e ao mesmo tempo rabugento Lorax (Danny DeVito), uma criatura curiosa preocupada com o futuro de seu próprio mundo.

O Lorax tem apenas uma mensagem simples a passar: é preciso amar a natureza, senão o mundo está perdido. O filme é fofo, as músicas são ótimos e apesar de não dar o porque devemos amar é ótimo para repensar seus atos, fora que também funciona perfeitamente para entreter. Então porque não?!

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Filme da semana: Dama de ferro

Eu estava de bobeira em casa e resolvi assistir esse filme, por aqui mesmo no youtube e me surpreendi com a interpretação da Meryl Streep. Havia momentos que eu não entendia se estava de frente a atriz ou a Margaret de verdade de tão bela que era a interpretação. Existem umas frases no filme que também me conquistaram bastante.

Antes de se posicionar e adquirir o status de verdadeira dama de ferro na mais alta esfera do poder britânico, Margaret Thatcher (Meryl Streep) teve que enfrentar vários preconceitos na função de primeiro-ministra do Reino Unido em um mundo até então dominado por homens. Durante a recessão econôminica causada pela crise do petróleo no fim da década de 70, a líder política tomou medidas impopulares, visando a recuperação do país. Seu grande teste, entretanto, foi quando o Reino Unido entrou em conflito com a Argentina na conhecida e polêmica Guerra das Malvinas.

A história em si só não me cativou mais pelo fato de ser de uma perspectiva talvez inusitada, o olhar de uma mulher poderosa no fim da vida, com um vai e vem intenso de passado e presente através das lembranças da personagem. O filme não é de todo ruim e eu recomendo a quem esteja disposto a assistir. Destaque também para a crítica implícita às celebridades de hoje em dia, feita no diálogo sobre a mudança de conceitos entre ser famoso por ter feito algo ou alcançar o sucesso simplesmente por ser alguém, sem qualquer mérito.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Filme da semana: Johnny e June

A história do cantor Johnny Cash (Joaquin Phoenix), desde sua juventude em uma fazenda de algodão até o início do sucesso em Memphis, onde gravou com Elvis Presley, Johnny Lee Lewis e Carl Perkins. Sua personalidade marginal e a infância tumultuada fazem com que Johnny entre em um caminho de auto-destruição, do qual apenas June Carter (Reese Whiterspoon), o grande amor de sua vida, pode salvar.

Ele é um filme lindo! Lembro que a primeira vez que o assistir foi na TV aberta, no Supercine e fiquei encantada. Os personagens principais te envolvem realmente nesse amor e nos conflitos, não tem como não querer saber o final. Confere o trailler:

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Filme da semana: Na trilha da fama

Eu não entendo porque não se faz mais filmes como esse. De uns tempos pra cá os filmes de adolescente ficaram tão sem história. Quando eu tinha uns doze anos adorava ver filmes como esse. Eu sempre fui muito sonhadora e eles me faziam crer que se eu quisesse e lutasse de verdade por isso, um dia ia ser real. É incrível como o tempo destrói os seus sonhos se você deixar. Por isso que até hoje eu choro horrores quando assisto esse filme e se você também é sonhador ou sonhadora vale a pena assistir e quem sabe se inspirar, se emocionar e se divertir.

Terri Fletcher (Hilary Duff) é uma jovem que nasceu e cresceu em uma cidade do interior dos Estados Unidos. Ela jamais visitou uma cidade maior, até decidir passar as férias de verão em uma escola de artes de Los Angeles. Ela usa então a nova experiência para amadurecer e conquistar o sonho de se tornar uma grande artista.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.