Conto de fadas do século XXI

Era uma vez…  numa terra muito distante…uma princesa linda, independente e cheia de auto-estima.

Ela se deparou com uma rã enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo era relaxante e ecológico…
Então, a rã pulou para o seu colo e disse: linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito.
Uma bruxa má lançou-me um encanto e transformei-me nesta rã asquerosa.
Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir lar feliz no teu lindo castelo.
A tua mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavar as minhas roupas, criar os nossos filhos e seríamos felizes para sempre…
Naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria, pensando consigo mesma:
– Eu, hein?… nem morta!

Quem escreveu?

Luís Fernando Veríssimo

Nasceu em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, em 1936, filho do escritor Erico Veríssimo e de Mafalda Verissimo. É colunista e atualmente publica crônicas nos jornais O Globo, O Estado de São Paulo, Zero Hora e Público (de Lisboa). Adaptado tantas e tantas vezes para o teatro e para a televisão, em espetáculos e minisséries de grandes diretores, tendo entre os protagonistas alguns dos maiores atores do país, Luis é o autor que mais vende livros no território nacional. Suas obras (coletâneas de crônicas e romances), recheadas de humor, crítica, poesia e provocação estão sempre nos primeiros lugares das listas de mais vendidos e são uma prova preciosa de que um livro pode vender bem e ter alta qualidade literária ao mesmo tempo, sendo popular, sofisticado e, acima de tudo, irresistível.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.