Eu indico: A Seleção – Kiera Cass

Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de uma vida. É a oportunidade de ser alçada a um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.Para America Singer, no entanto, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás o rapaz que ama. Abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Então America conhece pessoalmente o príncipe – e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que nunca tinha ousado imaginar.

Eu indico: Uma garrafa no mar de Gaza – Valérie Zenatti

Um homem-bomba se explodiu dentro de um café em Jerusalém. Seis corpos foram encontrados. Uma garota, que se casaria naquele dia, morreu junto com o pai “algumas horas antes de vestir seu lindo vestido branco”. E Tal não consegue parar de pensar em tudo isso.Tal é uma israelense que, como toda garota de dezessete anos, vive suas primeiras experiências – o primeiro grande amor, as primeiras escolhas profissionais e também o primeiro atentado. Depois de vivenciar esse momento trágico, ela escreve uma carta a um palestino imaginário, coloca em uma garrafa e pede ao irmão, que presta o serviço militar perto de Gaza, para lançá-la ao mar. Algumas semanas depois, recebe a resposta de um certo “Gazaman”…O filme “Uma garrafa no mar de Gaza”, baseado no livro, estreia em março de 2013!

Eu indico: Nada é para sempre

Esse livro é lançamento, mas eu já amei de cara!

Quatro garotas e três garotos de dezoito anos. Prepare-se para acompanhar seu emocionante último ano na escola…
Cass é a namorada fiel. Ashley não leva nada a sério. Donna é festeira. Ollie é mulherengo. Jack é esportista. Rich talvez seja gay. Mas e Sarah? Os amigos sempre tiram sarro por ser certinha demais, mas ela só está esperando pelo cara certo . e agora tem certeza de que o encontrou. Será que ele sente a mesma coisa? Ou tudo não passa de uma paixão de verão?
Os seis volumes de Garota ❤ Garoto – cada um deles focado em um personagem de um grupo de sete amigos de dezoito anos – falam das primeiras experiências sexuais e das dúvidas e problemas que geralmente as acompanham. Quando é o momento certo? Como saber se é a pessoa certa? E se a pessoa certa estiver com a pessoa errada?
Relacionamentos de verdade e sexo de verdade para adolescentes. É isso que esta nova série promete.

Eu indico: O Segredo de Emma Corrigan – Sophie Kinsella

Emma Corrigan é uma funcionária comum de uma empresa de marketing com representantes na Grã-Bretanha. Certo dia ela tem a sua chance de ouro para conquistar um cargo melhor na empresa, indo para uma reunião em Glasgow, porém nem tudo são flores. Além da reunião ter saído totalmente de seu controle, Emma consegue piorar ainda mais a situação, derramando refrigerante em um executivo da empresa. Ah!, e tem mais…

Como toda mulher, Emma guarda alguns segredos. Alguns desses bem banais, outros nem tanto. E esses segredos vêm à tona, quando ao passar por uma situação de estresse, – pois acredita estar à beira da morte dentro de um avião – ela simplesmente começa a falar tudo, tudo mesmo, inclusive sobre sua rotina de enrolação na empresa e sua convivência nada agradável com sua prima-irmã adotiva para um homem sentado ao seu lado que ela nem conhece, quer dizer, ela acha que não o conhece. Pois é, esse homem nada mais é do que o dono da empresa para qual ela trabalha. A partir de toda essa confusão, se desenrola uma das narrativas mais envolventes de Sophie Kinsella.

 

Eu indico: Ela só queria casar – Marcelo Cézar

Nessa obra conhecemos Gláucia, uma jovem que desde menina sempre nutriu um desejo: se casar.

Namorando há sete anos com Luciano, esse sonho se torna quase que uma obsessão e a moça decide inventar uma grande mentira para finalmente se tornar a mulher do rapaz, que apesar de ser herdeiro de uma fortuna, queria esperar para se estabelecer financeiramente antes de se casar.

Não que ele estivesse enrolando ela (tá certo que sete anos, são sete anos…) mas o jovem se mostra uma pessoa boa desde o começo, já Gláucia sempre foi muito arrogante e ambiciosa, além de sempre ter tratado mal sua meia-irmã e sua madrasta, que faziam de tudo para que o relacionamento entre elas fosse amigável.

De casamento marcado e faltando uma semana para a cerimônia, a jovem sai com suas amigas para comemorar os últimos dias de solteira, mas na saída da festa ela e Magali, sua melhor amiga, são assaltadas e Gláucia acaba sendo acertada por um tiro e morre.

A partir daí a gente acompanha Gláucia no outro plano e toda a dificuldade que ela tem para evoluir como espírito, já que Luciano passou a nutrir um grande ódio por ela ao descobrir aquela mentira que ela havia inventado.

A mensagem que o livro traz é ótima. Livros espíritas geralmente são assim, você aprende mais sobre a vida e a morte, como o fato de que precisamos aceitar uma partida e desejar o melhor possível para esse ente para que ele prossiga em paz.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Eu indico: 2012: Uma Aventura no Fim do Mundo, de Vanessa Bosso

Liz se muda para Londres para estudar, só que quando chega lá, a cidade é alvo de vários atentados terroristas assim como o resto do mundo. Ela é obrigado por Beatriz, sua mãe para voltar ao Brasil o mais rápido possível junto com Melissa, sua amiga de infância e Júlia, sua colega de quarto. Já no Brasil, Liz descobre que o mundo acabará em 2012, segundo alguns papéis de seu falecido pai, cujo havia deixado um abrigo antiapocalipse para a família.

Liz começa a se informar mais sobre 2012, juntar mantimentos para o abrigo e tudo mais… E enquanto isso algumas pessoas vão recebendo dons, que variam desde ver auras ao redor das pessoas até se comunicar por pensamento. O livro também narra os sonhos de Liz, que ora são premonições sobre desastres, ora são com Thiago: um rapaz que tem algo em comum com Liz.

A leitura toda foi muito gostosa; a escrita é simples e fácil de ler e a história é bem completa. A gente fica viajando e torcendo para que dê tudo certo e também para que o livro não acabe. O enredo ainda envolve extraterrestres que vem ensinar sobre como devem viver as pessoas naquela próxima era.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Eu indico: Não sou este tipo de garota – Siobhan Vivian

“Perversa ou inofensiva? Confiável ou hipócrita? Controlada ou insensata? Na minha visão de veterana, a orientação aos calouros é uma perda de tempo colossal. Se fosse por mim, as coisas seriam bem diferentes. Somente três coisas seriam transmitidas aos garotos para que vivessem uma experiência de sucesso no ensino médio: fazer a lição de casa, usar camisinha e passar desodorante nos sapatos de couro. Por outro lado, ao aconselhar as meninas, diria que confiar em garotos é igual a beber e dirigir. Claro, alguns correm o risco. Uma ou duas cervejas nunca parecem perigosas no começo. E nem todo mundo que bebe e dirige sofre um acidente. Mas para mim, é óbvio. Para que correr o risco? Era necessário informá-las, também, que momentos constrangedores tinham uma vida útil surpreendente na escola. Talvez eu tenha uma personalidade perfeccionista e obsessiva, mas isso salvaria uma garota de ter sua vida arruinada na escola. Pode acreditar! A vida é feita de escolhas, e Natalie Sterling se orgulha de suas decisões. Mas será que agora conseguirá escolher o caminho certo? Ainda continuará sendo o mesmo tipo de garota até a formatura?”

Natalie está cursando o terceiro ano do ensino médio na Academia Ross. Com um histórico impecável de notas e comportamento, a jovem ainda está prestes a se tornar a presidente do Conselho Estudantil. Dedica uma boa parte de seu tempo à escola e a outra, à sua melhor amiga Autum.

O que ela não sabe é que uma garotinha que ela havia cuidado como babá há muito tempo, Spencer, estava de volta na cidade e agora no ensino médio, com 14 anos. Da última vez que Natalie a viu ela era uma garotinha ingênua, agora estava totalmente mudada: usava roupas sensuais e não ligava nem um pouco para o que os outros pensam. Queria ser notada, a que preço fosse e de que forma fosse.
Natalie se sente um pouco responsável pela garota e faz de tudo para que ela não venha a se tornar tão vulgar. Ao mesmo tempo começa a se envolver com Connor, um jogador de futebol de sua escola. Mas toma muito cuidado, afinal ela não quer parecer “este tipo de garota”.

O livro tem um tema bem interessante, a sexualidade na adolescência. O desejo de se mostrar, ser notado e curtir a vida! As personagens Natalie e Spencer tem opiniões totalmente diferentes quanto ao assunto. Enquanto Spencer acha que as mulheres devem se mostrar mesmo e que isso demonstra seu poder sobre os garotos; Natalie acha que essa atitude as torna muito vulgar e consequentemente, deixarão de ser respeitadas.

E foi isso que eu achei mais interessante no livro, porque a autora não ressalta, digamos assim, sua opinião na narrativa. Ela não dá a entender quem está com a razão, como as opiniões são muito bem elaboradas dos dois lados, cabe ao leitor decidir quem está certa.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima