Eu indico: Ditadura da beleza

ditadura da beleza

Augusto Cury retrata neste livro o cotidiano de mulheres que sofrem caladas as conseqüências de uma cruel realidade do mundo moderno – a ditadura da beleza. Influenciadas pela mídia e preocupadas em corresponder aos inatingíveis padrões de beleza que são apresentados, milhares de mulheres mutilam sua auto-estima – e, muitas vezes, seus corpos – em busca da aceitação social e do desejo de se tornarem iguais às modelos que brilham nas passarelas, na TV e nas capas de revistas.

Muita gente tem um baita preconceito com livros de auto ajuda. De verdade acho isso a maior bobeira. Existem livros chatos, sim, mas existe muita coisa que vale a pena ler também.

Na minha opinião Ditadura da beleza e a revolução das mulheres de Augusto Cury é um desses livros. Ele te mostra como realmente algumas de nós, melhor dizendo todas nós nos deixamos influenciar pelo que está na mídia e esquecemos que o principal papel desta é vender ou se preferir, fazer você comprar.

Não é ser hipócrita não. Eu adoro moda, faço parte da mídia e adoro isso deles venderem que a mulher atual pode ser fashion, independente, amada e feliz. Entretanto a reflexão que o livro me fez fazer foi, se somos assim ou podemos ser assim, por que existem tantas meninas por aí sofrendo com o próprio corpo? Morrendo em nome da perfeição? Eu estou bem longe da absolvição, mas é legal ler um livro assim e pensar um pouco sobre essas questões.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Ditadura da beleza

Você é do tipo que não pode ver uma gordurinha fora do lugar que já sai logo inventando um regime louco para reverter à situação?

Ta eu confesso também era assim, 14 anos é difícil para qualquer uma, mas sabe aquilo de não existir gente feia?! É um dos dizeres mais certos que já ouvi. O que é feio para uns pode e é sim bonito para outros. Por isso não é necessário você se martirizar tentando alcançar o padrão Gisele de beleza. Porque todo o seu esforço em algumas décadas haverá sido em vão.

Um exemplo? A ditadura torturante do cabelo liso, ao qual matou milhares de mulheres por todo o mundo e que hoje não é mais o único cabelo padrão, depois de tanto idealizar os cabelos lisos a moda agora é retroceder e assumir seus cachos. Então pra quê tudo isso?!

Ta eu ainda não te convenci? Então aqui vai mais um exemplo: Nos anos 50 Marilyn Monroe era um símbolo sexual, considerada padrão de beleza para as mulheres da sua época e se você observar bem ela nem era tão magra assim. Tinha contornos que a deixava ainda mais bonita.

Aonde eu quero chegar com tudo isso? Você não precisa alisar o cabelo para se sentir bem, muito menos passar o dia a base de água. Pra você ser verdadeiramente bonita apenas basta se assumir e confiar em você. Suas qualidades são bem maiores do que qualquer padrão de beleza.

Confie na sua beleza e todos a enxergarão.

PS: Comecei a pesquisar um pouco sobre Ana/Mia e sinceramente fiquei muito preocupada, vou investigar mais e no futuro volto a falar no assunto.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.