Guia de profissões – Arquitetura e Urbanismo

O que faz: A função arquiteto é planejar, projetar e desenhar os espaços urbanos visando melhorar a qualidade de vida das pessoas que neles vivem. Para isso o profissional de arquitetura tem que levar em conta aspectos técnicos, históricos, culturais, estéticos e hoje em dia cada vez mais ambientais também.

Qual a diferença entre Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil? As duas profissões intervêm no meio ambiente por meio de construções. O arquiteto projeta e organiza espaços internos e externos de acordo com critérios de estética, conforto e funcionalidade. Já o engenheiro civil projeta e executa obras. Ambos atuam na construção de edifícios (comerciais e residenciais etc.), mas o arquiteto tem exclusividade para trabalhos relativos a planejamento urbano e regional, monumentos e patrimônio cultural, enquanto o engenheiro o tem para obras relacionadas à infraestrutura (estradas, pontes, portos etc.).

Onde atua: Na área de projeto de produtos, cenografia, paisagismo, conservação e reestruturação de patrimônios históricos e culturais, design gráfico, além de consultorias.

Perfil profissional: Quem pensa em ser arquiteto tem de ser curioso, ter jogo de cintura para resolver problemas estruturais, se especializar constantemente, além de ter habilidade com desenho.

Formação: Os cursos costumam ser caracterizados por uma parte das disciplinas voltadas à “simulação prática da profissão” (através das disciplinas de projeto arquitetônico), uma parte à fundamentação histórico-teórica e outra às disciplinas ligadas aos aspectos tecnológicos da atividade. A legislação determina, porém, uma divisão baseada em disciplinas de fundamentação (composta por disciplinas nas áreas de estética, desenho, plástica, história da arte, entre outras), de profissionalização (composta por disciplinas de projeto, planejamento urbano, teoria da arquitetura, paisagismo, história da arquitetura,construção civil, entre outras) e de um trabalho final de graduação, de natureza interdisciplinar. Diferente de outros países, o estágio profissional não é obrigatório, o que é considerado por diversos críticos uma falha da legislação. Além disso, são comuns as críticas ao sistema pelo seu pouco compromisso àquilo que é chamado de “reais interesses do mercado”.

Duração média: Cinco anos.

Grade Básica do Curso de Arquitetura:

  • Desenho
  • Cálculo
  • CAD
  • Planejamento Arquitetônico
  • Plástica e Estética
  • Estatística
  • Sistemas Estruturais
  • Hidráulica
  • Física
  • Arquitetura estrutural

Salário inicial: R$ 3.060,00 (6 horas diárias; fonte: Crea-SP).

Achei esse vídeo que também fala um pouco a respeito:

 

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.