Música para ouvir: Jana Kramer

Jana+Kramer

Acho tão legal quando gosto de uma atriz e de repente descubro que ela canta também 🙂 Com a Jana Kramer foi assim, desde que ela entrou em OTH conquistou um espaço no meu coração por sua personagem e sua beleza simples hehe e depois que escutei a primeira canção dela minha playlist ficou dominada 🙂

Jana Rae Kramer  é uma atriz e cantora americana de música country. Ela fez Davenport Noelle em Friday Night Lights e Portia Ranson em 90210. Interpretou uma garota fraternidade interessado em Tartaruga em Entourage. Em 2009, Kramer assinou contrato para se tornar fixa na série  One TreeHill da CW  como Alex, uma atriz que se torna o novo rosto da linha de moda da Brooke , “Clothes Over Bros”. Em fevereiro de 2011, Kramer assinou com a Warner Bros Nashville Records. Seu primeiro single, “I Won’t Give Up”, foi lançado para rádios do país em fevereiro de 2011 e foi destaque em um episódio de One Tree Hill. A canção alcançou o número 75 na Billboard Hot 100.

As canções que eu mais gosto são:

 

Na Playlist: Brighter than the Sun – Colbie Caillat

sol

Eu vejo tanta coisa triste e muitas vezes injustas no mundo o tempo todo que é bom ter um momento pra escapar de tudo isso e ouvindo música e músicas como essa fica mais fácil de se desconectar um pouquinho que seja. Bom dia!

Oh, é assim que começa, um raio atinge o coração/ Dispara como uma arma, mais brilhante que o sol/ Oh, nós poderíamos ser as estrelas, caindo do céu/ Brilhando como queremos, mais brilhante que o sol

Na Playlist: Céu Azul – Charlie Brown Jr.

céu-azul

Boa segunda-feira a todos, aproveitem o Céu Azul que está brilhando lá fora!

Mas também quero te mostrar/ Que existe um lado bom nessa história/ Tudo que ainda temos a compartilhar/ E viver, e cantar/ Não importa qual seja o dia/ Vamos viver, vadiar/ O que importa é nossa alegria/ Vamos viver, e cantar/ Não importa qual seja o dia/Vamos viver, vadiar/ O que importa é nossa alegria

Música para ouvir: The Script

The+Script

The Script é uma banda de rock alternativo de Dublin, Irlanda. É composta por Danny O’Donoghue, Mark Sheehan e Glen Power. Atualmente vivem em Londres, depois de assinar contrato com a gravadora RCA Label Group Phonogenic. Eles já estão há um bom tempo na minha playlist, é um som gostoso de ouvir quando se está de bobeira 🙂

Começando uma parceria muito produtiva, o talento de O’Donoghue e Sheehan foi reconhecido cedo e, para surpresa deles mesmos, foram convidados pro Canadá para colaborar com alguns dos seus heróis de produção, incluindo lendas do R & B moderno como Dallas Austin, Montell Jordan e Teddy Riley.

Eles moraram nos Estados Unidos por muitos anos, mas voltaram para Dublin, onde eles recrutaram Glen para a nova banda. Glen Power vinha realizando trabalhos desde os quinze anos de idade, utilizando o dinheiro para trabalhar em um projeto solo em sua casa. Mas ele deixou os planos de lado quando sua colaboração com Mark e Danny produziu três canções em uma semana. “Eu nunca tinha tido a chance de me expressar com tanta liberdade com qualquer outra banda”. A banda assinou contrato com a Syco na Primavera de 2007, e lançou um EP no Last.fm.

Influências da banda incluem um grupo diversificado de artistas como o U2, The Police, The Neptunes, Timbaland e Van Morrison, que contribuem para o seu som distinto.

As músicas que eu mais gosto são:

Música para ouvir: Wakey! Wakey!

WakeyWakey

Wakey! Wakey! marcaram presença ao longo dos últimos dois anos, encontrando um equilíbrio perfeito entre a multidão-agradável pop e arte-danificada indie rock. Isso é algo que Grubbs aprendeu com a cena de Nova York anti-folk e seu fundador, Lach.  “Eu sou um homem alto, magro cara reta que pode cantar”, diz Grubbs. Seu som foi reconhecido mesmo quando a música  “War Sweater” tocou na sessão final da 6ª temporada de One Tree Hill, own! Ele entrou na série no personagem de um batender/ músico e engatou mais três canções “Almost Everything,” “Twenty-Two,” e “Got It All Wrong.”

As músicas que mais gosto são: