E que venha 2013!

2013

“E hoje é dia de mais um ano ir-se embora. E então eu pego meus fones de ouvido, recosto minha cabeça no sofá e tento responder a pergunta que não quer calar: Valeu a pena? É aí que então eu faço a minha retrospectiva. Lá, dia 1º de janeiro de 2012, quais foram as minhas promessas? Eu as cumpri? O que eu tanto esperei desse ano, aconteceu?

Pois bem. Pessoas partiram. Umas porque quiseram, outras porque não tiveram opção, outras porque Deus as levou. Pessoas que eu amava se foram, e deixaram apenas a saudade dentro do peito. Saudade de sorrisos, de momentos, de lágrimas, de lições dadas. Pessoas se foram e deixaram o gosto amargo desse maldito sentimento que aperta o coração. Mas no entanto, pessoas chegaram. Chegaram e mudaram totalmente meu modo de agir, de pensar. Mudaram o que eu chamava de viver. Deram novo sentido ao que eu chamo de vida. Pessoas chegaram e me mostraram que a vida não é tão ruim assim, que a vida é sim um jogo de quebra cabeças, mas que mais cedo ou mais tarde a gente consegue encaixar as peças. E os amigos? Cada abraço, cada conselho e cada risada juntos valeram a pena com certeza. Namorados? Passei bem longe disso. Mas não porque eu não quis, mas sim porque a pessoa certa ainda está sendo preparada por Deus.

Vi pessoas indo embora, e sofri de uma dor que jamais pensei em sentir. A dor da perda de um ente querido. Não existe dor maior. Nem a dor física, nem a dor do amor.. Nenhuma dor é maior que a dor da perda. Mas ainda assim, todos os dias, tento me confortar porque sei que o céu tem um anjo a mais. É, 2012 não foi um ano fácil. Promessas quebradas, sonhos não realizados, idas e vindas, chegadas e partidas. Como todo ano eu sorri, chorei, me diverti, amei. Como todo ano eu esperava algo a mais, porém mais uma vez me desapontei.

E o 21/12/2012? Que fim do mundo frustrante. Na verdade, antes ter acabado. Mas, como não acabou, aqui vamos nós seguir em frente. E quando estiver restando os últimos 10 segundos de dois mil e doze eu quero fechar meus olhos e deixar que um curta metragem passe voando pela minha cabeça. Erros e acertos. E então, quando eu os abrir já será janeiro. Chuva de fogos, mais um ano que se inicia. Mais promessas. Mais indas e vindas. Mais chegadas e partidas. Mais choros e sorrisos. Mais vitórias e derrotas. Mais um ciclo repetido. Mais uma vontade de fazer tudo diferente. Que os poucos fiquem, que os novos cheguem. Que venha 2013, e que 2012 seja apenas mais uma vaga memória.”

Feliz 2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s