Eu indico: Não sou este tipo de garota – Siobhan Vivian

“Perversa ou inofensiva? Confiável ou hipócrita? Controlada ou insensata? Na minha visão de veterana, a orientação aos calouros é uma perda de tempo colossal. Se fosse por mim, as coisas seriam bem diferentes. Somente três coisas seriam transmitidas aos garotos para que vivessem uma experiência de sucesso no ensino médio: fazer a lição de casa, usar camisinha e passar desodorante nos sapatos de couro. Por outro lado, ao aconselhar as meninas, diria que confiar em garotos é igual a beber e dirigir. Claro, alguns correm o risco. Uma ou duas cervejas nunca parecem perigosas no começo. E nem todo mundo que bebe e dirige sofre um acidente. Mas para mim, é óbvio. Para que correr o risco? Era necessário informá-las, também, que momentos constrangedores tinham uma vida útil surpreendente na escola. Talvez eu tenha uma personalidade perfeccionista e obsessiva, mas isso salvaria uma garota de ter sua vida arruinada na escola. Pode acreditar! A vida é feita de escolhas, e Natalie Sterling se orgulha de suas decisões. Mas será que agora conseguirá escolher o caminho certo? Ainda continuará sendo o mesmo tipo de garota até a formatura?”

Natalie está cursando o terceiro ano do ensino médio na Academia Ross. Com um histórico impecável de notas e comportamento, a jovem ainda está prestes a se tornar a presidente do Conselho Estudantil. Dedica uma boa parte de seu tempo à escola e a outra, à sua melhor amiga Autum.

O que ela não sabe é que uma garotinha que ela havia cuidado como babá há muito tempo, Spencer, estava de volta na cidade e agora no ensino médio, com 14 anos. Da última vez que Natalie a viu ela era uma garotinha ingênua, agora estava totalmente mudada: usava roupas sensuais e não ligava nem um pouco para o que os outros pensam. Queria ser notada, a que preço fosse e de que forma fosse.
Natalie se sente um pouco responsável pela garota e faz de tudo para que ela não venha a se tornar tão vulgar. Ao mesmo tempo começa a se envolver com Connor, um jogador de futebol de sua escola. Mas toma muito cuidado, afinal ela não quer parecer “este tipo de garota”.

O livro tem um tema bem interessante, a sexualidade na adolescência. O desejo de se mostrar, ser notado e curtir a vida! As personagens Natalie e Spencer tem opiniões totalmente diferentes quanto ao assunto. Enquanto Spencer acha que as mulheres devem se mostrar mesmo e que isso demonstra seu poder sobre os garotos; Natalie acha que essa atitude as torna muito vulgar e consequentemente, deixarão de ser respeitadas.

E foi isso que eu achei mais interessante no livro, porque a autora não ressalta, digamos assim, sua opinião na narrativa. Ela não dá a entender quem está com a razão, como as opiniões são muito bem elaboradas dos dois lados, cabe ao leitor decidir quem está certa.

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s