Entre Aspas

Uma vez alguém me disse que o amor era um sentimento estranho. Mal essa pessoa sabia que “estranho” mesmo é o modo como as pessoas lidam com ele. Alguns se conhecem e minutos depois já dizem que se amam. Outros, brigam, discutem e implicam, só para não admitir que estão apaixonados. E tem uns que até escolhem qualquer outra coisa, qualquer outra situação, desde que não tenha o bendito amor no meio.

Seres humanos. Quanto mais sou, mais me surpreendo. Quanto mais os conheço, mais me parecem estranhos. Seres humanos, meros seres humanos. Acham que podem tanto, mas na verdade não podem nada. Dizem que são intensos, mas são tão inconstantes, indecisos,contraditórios. E são assim em relação à tudo. Em relação ao mundo. E em relação aos sentimentos, especialmente ao amor. Algo que parece tão simples como “amar e ser amado”, na hora H, sempre falham, essesmalditos seres humanos. Falham com o coração, falham com o outro,falham com a verdade. Tentam, às vezes, fugir para outros cantos, pensam que estão convictos de que já superaram, mas ainda continuam tão vulneráveis, pobrezinhos.

Uns mais audaciosos dizem que nunca vão amar, que preferem abrir mão de um olhar sincero, de um “Eu te amo” sonoro e verdadeiro, do que sofrer, derramar lágrimas pelos cantos e sentir apertos no coração. Mas, amar é tão inevitável quanto respirar. E quem nunca sofreu por amor nesse mundo, que atire a primeira pedra! A vida é assim. Os seres humanos são assim. O amor é assim. E no mundo existe dois tipos de pessoas. As que choram e as que vendem lenços. Ou seriam as que amam e as que fogem do amor?

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s