Moda em foco: Emocore

Houve uma época a pouco mais de um  ano que todos os adolescentes desejavam ser emos. Seja pela atitude, seja pelo corte de cabelo, seja pela música, o emo ditava moda.

Mas como definir um emo? De onde veio o estilo? É música ou moda? O que eles defendem?

Essa e outras indagações respondo agora e finalmente você que viu essa galera se materializar e desmaterializar na sua frente em um piscar de olhos vai entender o que emo significa.

O emocore é uma das muitas vertentes do rock que surgiu em meados dos anos 80 como um estilo musical.  cujas bandas pioneiras foram Rites of Spring e Embrace, parte da primeira cena do Post-hardcore conhecida como Revolution Summer.

O Emo entrou na cultura popular no início da década de 2000 com o sucesso de Jimmy Eat World e Dashboard Confessional e da emergência do subgênero “Screamo”. Nos últimos anos, o “emo” tem sido aplicado por críticos e jornalistas para uma variedade de artistas, incluindo as bandas com grande popularidade e actos premiados, e grupos com diferentes estilos e sons, especialmente o Pop punk de Simple Plan, Good Charlotte, Fall Out Boy, Panic! at the Disco e vários outros, fugindo à tradicional definição de ‘Hardcore punk não-ideológico’ e seus derivados diretos.

Após a supervalorização inicial da intensidade e da sonoridade caótica, o emotional hardcore sofreu um processo de “desacelaração”. Já estabelecida essa primeira cena melódica, expressiva e confessional de Hardcore punk, as bandas que começaram a surgir no interior estadunidense absorveram características do então ascendente e crescente Indie rock durante os anos 90, como já foi dito. A partir daí, houve uma explosão na quantidade de bandas que seriam possíveis de serem rotuladas como Emo, e o tabu que cercava o rótulo se desfez até a explosação mainstream do tão polêmico subgênero Emo-pop (embora a maioria dos fãs de 90’s Emo, da primeira geração do Screamo e das bandas pioneiras citadas desacreditem que o mesmo faça parte da cena), que possui, se muito, alguns traços de Hardcore punk e Indie rock em meio ao Pop punk.

No Brasil, a “tribo urbana emo” se estabeleceu sob forte influência estadunidense em meados de 2003, na cidade de São Paulo, espalhando-se para outras capitais do Sul e do Sudeste, e influenciou também uma moda de adolescentes caracterizada não somente pela música, mas também pelo comportamento geralmente emotivo e tolerante. A partir daí o emo deixou de ser apenas um estilo musical para em 2008 virar febre entre os adolescentes. Como o estilo é facilmente confundido com o punk pop muitos foram os rótulos dados pela sociedade referindo-se até a questionavel qualidade musical.

Fãs de outras vertentes do rock chegaram a questionar a orientação sexual dos apreciadores desse estilo pelo fato das musicas serem emotivas e pelo fato de entre os integranes dessa tribo urbana (no que diz respeito a roupas) serem bastante permiciveis e tolerantes.

Estereótipo dos fãs de Emo-pop, que começou como um clichê preconceituoso, mas foi interpretado pela mídia estadunidense como tribo urbana, e os novos fãs adotaram o mesmo. Sendo assim eles geralmente possuem franjas, usam óculos, xadrez ou poá, calça skinny e tênia All star.

O estilo emo passou, entretanto a música continua a embalar os ouvidos daqueles que nem percebem estar ouvindo

Gostou do post? Então segue o blog é só clicar #seguir aqui do lado. Sugestão de post? Manda pra mim é só entrar em contato. Até a próxima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s